domingo, novembro 16, 2008

Princípios (…) fins.

foto ff


"No dia em que vendeu a burra, regressou a pé para o monte e acreditou que nunca mais voltaria à vila. Tinha mais de oitenta anos e essa é uma idade de decisões para toda a vida. (...) A minha pele soltou-se da minha carne. E se eu dissesse agora uma palavra, sei que a minha voz seria feita de ferro." Cal, José Luís Peixoto

Etiquetas:

2 Comentários:

Anonymous sissa disse...

Engracado, pensei logo no José Luís Peixoto qd comecei a ler este trecho - e nunca li este Cal (dele só li "Último olhar").
bjnhs

12:06 da tarde  
Blogger trutasalmonada disse...

linda se gostaste então vai-te a ele, por exemplo: "Uma Casa na Escuridão" e "Cemitério de Pianos" são dois que li impressionando-me quer com a poesia como com as reminiscências de vivências tão contextualmente culturais como universais

1:09 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial